Mãe, você estava lá!

Em homenagem ao Dia das Mães, noivas da Chácara & Buffet Recanto dos Sonhos contam como foi planejar o casamento ao lado das mulheres mais importantes de suas vidas

 

Amiga, confidente, dona de todas as soluções para nos deixar felizes, assim são a maioria das mães. Elas são fundamentais nos momentos mais importantes das nossas vidas. No primeiro dia de aula, no primeiro dentinho a cair, no primeiro emprego, na formatura, sempre é a primeira a se emocionar com nossas conquistas. E, claro, na hora do casamento dos filhos, é a primeira a vibrar no altar. É por isso que noivas da Chácara & Buffet Recanto dos Sonhos, resolveram compartilhar conosco a forma como suas mães não mediram esforços para transformar este momento de suas vidas em algo tão mágico.

O dia do casamento é um dos dias mais esperados da vida de um casal e, ver a filha ou filho realizar este sonho, torna-se uma realização para a mãe também. Elas sempre querem colocar a “mão na massa” junto, estar em todas as provas e degustações e ser o suporte do filho(a) durante este longo período de planejamento.

“Depois de ter me visto de noiva, provando vestido, minha mãe começou a se animar. Ela ficou super envolvida, costurou a minha mantilha, fez as cestinhas das floristas, o buquê de fitas, buquê das daminhas e parece que ela ficou mais ansiosa do que eu”, lembra a noiva Denise, que se casou na Chácara & Buffet Recanto dos Sonhos e guarda com tanto carinho a dedicação da mãe Eloisa.

A ansiedade costuma pegar as noivas de surpresa nos dias que antecedem o casamento, ter a mãe ao lado é contar com o carinho e os melhores conselhos para tranquilizar e baixar o nervosismo dos noivos.

“As mães adoram participar dos preparativos desse grande dia. E quando a noiva não dá conta de cuidar de todos os detalhes, elas sempre estão ali para resolver e deixar tudo pronto para que no dia, seu filho (a) se preocupe apenas com o seu dia”, conta a diretora do Recanto dos Sonhos, Vânia Figueira.

A recém-casada Cristiane Sampaio, lembra que além do noivo, sua mãe foi a única que participou do início ao fim de todo processo. “Desde a escolha do vestido, até os detalhes da festa, não abri mão de ficar um segundo longe dela no grande dia. Minha mãe é a minha alma gêmea e não conseguiria fazer nada sem ela”, emociona-se.

“O casamento é o fim de um ciclo, onde a noiva começa a construir a sua própria família. Mas, o inexplicável sentimento entre mãe e filha nunca deixa de existir e, em momentos como este, de casar uma filha, os laços acabam ficando ainda maiores”, finaliza Vânia Figueira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.